NOTICIAS COOPERFIBRA

Cresce exportação de soja do Brasil para a China

O Brasil nunca vendeu tanta soja para a China como agora. Só neste ano, 14,66 milhões de toneladas já foram embarcadas e também nomeadas, ou seja, confirmadas para embarque nos próximos meses. São 2 milhões de toneladas a mais que no mesmo período do ano passado.

E este comércio acontece não apenas porque a China deixou de comprar o grão dos Estados Unidos, mas porque a soja brasileira está mais competitiva no mercado internacional.

Só que este bom momento da commodity brasileira se depara com negociações, entre Estados Unidos e China, que podem resultar numa trégua comercial entre os dois países. Se o país asiático voltar a comprar a soja norte-americana, como ficará o produto e o produtor brasileiro?

Para o especialista em agronegócio,  professor Marcos Fava Neves, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, em um primeiro momento os produtores brasileiros sentirão o impacto.

O professor garante, no entanto, que esse impacto será passageiro, porque, ao redirecionar suas vendas para a China, os Estados Unidos deixarão de atender a vários países compradores e o Brasil vai suprir essa lacuna.

É bom lembrar que a liderança brasileira nesse mercado é recente. O País lidera as exportações mundiais de soja com 43% das vendas externas. Os Estados Unidos perderam a hegemonia e caíram para o segundo lugar, com 40% do mercado.

Institucional

Quem Somos
Nossa História
Unidades Cooperfibra
Conselhos

Serviços

Guarda de Insumos
Info. de Mercado
Comercialização
Exportação
Beneficiamento
Classificação

Imprensa

Notícias
Contato
Informativos
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos

Endereço

Sede Administrativa
Rua T, 000
Campo Verde/MT
CEP: 78840-000
(66) 3419-0000

Cooperfibra – Todos Direitos Reservados